Eventos 4 meses atrás | Thalita Monte Santo

Rui Rezende lança livro sobre os Vaqueiros do Raso da Catarina

Livro do fotógrafo Rui Rezende celebra em belíssimas imagens um importante patrimônio imaterial de resistência da cultura brasileira

por Revista FHOX

Capturar a simplicidade com o olhar preciso e cheio de poesia. É dessa maneira que Rui Rezende compõe seus trabalhos. Em seu mais recente projeto, o livro “Vaqueiros do Raso da Catarina”, o sexto de sua carreira, ele traz retratos do cotidiano dos vaqueiros do Raso da Catarina, na Bahia.

Nas fotografias do livro, Rezende apresenta cavaleiros paramentados em vestes de couro, que rasgam a paisagem entre imburanas, angicos, xiquexiques e facheiros.

Vaqueiros do Raso da Catarina

O primeiro encontro com os fotografados se deu por acaso. Rezende, que fotografava a trabalho, foi entrando na mata e se deparou com um grande acampamento. Para quebrar a desconfiança inicial dos homens, o fotógrafo mostrou a página de um livro seu com a foto de vaqueiros da Gruta dos Brejões na Chapada Diamantina.

Vaqueiros do Raso da Catarina

O visível interesse dos vaqueiros do Raso pela foto fez, desse encontro fortuito, surgir “Vaqueiros do Raso da Catarina”.

O editorial da obra, assinada por Cícero Félix, jornalista e professor da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), traz, como ele diz “fileiras de causos” relatados propositalmente em linguagem coloquial com o cuidado de resguardar as características de uma cultura viva.

Vaqueiros do Raso da Catarina

Cultura esta que se estrutura em uma relação visceral entre o Raso da Catarina e o sertanejo ali nascido, como disse Seu Euclides, filhos da coragem de Lampião e da fé de Conselheiro.

Fotografias de arrebatadora beleza apresentam a vivência absolutamente singular de Pingo, Naldo de Tuta, Bode, Paredão, Ponta de Bala e tantos outros vaqueiros na lida aventureira com o gado em meio aos encantados, espinhos e vastidões áridas, mandacarus em flor e a fauna local alegrando os tons terrosos.

Vaqueiros do Raso da Catarina

A fé sempre presente é celebrada na singeleza de quadrinhos de santos ornados com papéis estampados e fitas coloridas.

“Vaqueiros do Raso da Catarina” transmite a intensidade e a força solar de uma rara cultura. Com 156 páginas, bilíngue, o livro se completa com um precioso dicionário que identifica a rica indumentária e objetos que paramentam o vaqueiro e seu cavalo.

Vaqueiros do Raso da Catarina

Estão previstos dois encontros de lançamento. Um no dia 24 de novembro, a partir das 18h, no povoado de Incozeira, cidade de Jeremoabo, Bahia, onde moram boa parte dos vaqueiros. E outro no dia 29 de novembro, no Museu Regional de Arte (MRA), em Feira de Santana, Bahia, a partir das 19h.