Inovação & Tech 1 mês atrás | Leo Saldanha

Algoritmo criado pela Adobe identifica se imagem foi manipulada

Sistema criado pela marca consegue identificar com 99% de precisão se a foto sofreu algum tipo de edição

por Revista FHOX

A Adobe, em parceria com pesquisadores de Berkeley desenvolveu uma ferramenta que identifica se fotos digitais foram editadas. Se um rosto ou pessoa foi retocada por exemplo. O algoritmo foi treinado por um programa de aprendizado de máquina. A novidade foi destaque em matéria do site The Verge. Por enquanto, a ferramenta não será comercializada, mas certamente poderá ter usos para encontrar elementos comuns em notícias falsas e combater práticas de desinformação. Coisas cada vez mais frequentes nesse mundo hiper-conectado.

Leia também: FHOXCast em nova fase

Os programadores da Adobe treinaram a rede neural usando retratos antes e depois de ajustes digitais. Depois de aprimorada, a ferramenta obteve eficácia de quase 100% para descobrir se fotografias foram alteradas. Segundo o pesquisador Richard Zang, o sonho de um botão que identifique ajustes e recue tratamento nas imagens é algo ainda distante. Zang disse ainda que vai seguir com o projeto por acreditar que o mundo sofre com conteúdos falsos de forma indiscriminada. Trata-se da primeira aplicação criada com esse tipo de função e pode ser um passo fundamental para a evolução no combate ao fake news e afins.

>> Participe da nova turma da Escola de Negócios FHOX em junho

>> BUSCANDO UM MERCADO DINÂMICO NA FOTOGRAFIA PARA INVESTIR? PARTICIPE DO CABINE PHOTO SHOW 2019
>> UMA NOVA FORMA DE ACESSAR O CONTEÚDO FHOX 

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.