Fotocabines 5 meses atrás | Leo Saldanha

A nova geração de fotocabines vai até você

As experiências fotográficas reforçadas por sofisticações de inteligência artificial e criatividade estão revolucionando esse mercado tanto aqui quanto lá fora

por Revista FHOX

A FHOX visitou a Photo Booth Expo 2019. Evento que ocorreu em fevereiro passado. A feira e congresso reuniu 4 mil pessoas que passaram nos 140 estandes por lá. Qual é a tendência que vimos na Photo Booth Expo? Inúmeras. A inteligência artificial chegou a esse mercado. Soluções compactas que podem ser carregadas com muitas facilidade também ditam a nova fase desse mercado. A personalização chegou a um nível extremo: com carros, banheiras e soluções inusitadas sendo apresentadas por lá. E mais: o enfoque nos vídeos e animações que parecem inspirados pelo Stories do Instagram. Ou seja, cabines que geram GIFs e animações em vídeos rápidos.

Entre os destaques da feira diversas opções de robôs cabines que se locomovem, conversam e fotografam e imprimem a foto na hora. Cabines que são verdadeiras experiências com cenários que nem lembram as clássicas fotocabines como conhecemos. Ring flash continua sendo usado em diversas soluções. Muitas das empresas presentes tinha as chamadas cabines sociais. Que não imprimem e só enviam as fotos e selfies para redes sociais e e-mail.

É evidente a força do Instagram e da selfie nesse mercado. Como as pessoas adoram postar e aparecer, as cabines acabam tendo um papel importante nisso. E tanto para eventos corporativos quanto em festas sociais. E vale também negócios e pontos de interesse como shows, lojas de varejo e shoppings. Um dado importante: muitos desses equipamentos entregam não só as fotos e impressões. Mas servem para ativação de marketing com geração de banco de dados para o organizador ou empresa contratante. Sobretudo porque as pessoas em eventos variados topam liberar “seus leads” para fazer uma selfie ou impressão na hora nesses equipamentos.

View this post on Instagram

#PhotoBoothExpo ✔️

A post shared by DJ LO-KEY of LO-KEY ENT. (@djlokey) on

Curiosamente, o retorno triunfal das cabines tem relação direta com o ascensão das redes sociais e de um item fundamental do mundo moderno: o smartphone. Aliás, em 2010 surgia o iPad e o Instagram, o produto inovador lançado por Steve Jobs e o app fotográficos foram fundamentais em ajudar a popularização das fotocabines nesse sentido. Até hoje muitas soluções de fotocabine usam o logo da Instagram (ou reproduzem a marca) e usam iPad em um tripé.

Por que as fotocabines fazem sucesso? O sucesso das cabines vem com a força das selfies. E o autorretrato é sempre uma experiência. O que as fotocabines fazem é justamente potencializar essa experiência. Tudo é projetado para se tornar viral. Com direito a fundos criativos, cenários, efeitos especiais e obviamente conectados para poder enviar para as redes sociais. Por sinal, sem a capacidade de compartilhar na internet as cabines perderiam muita força. Ou seja, as cabines se tornaram ferramentas de marketing de experiência (presencial e digital). E as pessoas não querem ficar de fora das fotos. Seja aquela selfie da família ou dos colegas de trabalho. Que além de impressa vai gerar muitas curtidas naquele grupo do WhatsApp.

Outra vantagem é que os equipamentos e soluções podem ser personalizados seja para eventos sociais e corporativos. Para festas como casamento é uma forma de gerar a lembrança impressa e divertir convidados. Para marcas em eventos corporativos é a possibilidade de fazer o convidado criar o marketing a custo baixo. Ele leva uma impressão personalizada e ainda compartilha sobre a empresa no ambiente digital.

View this post on Instagram

A few of the exhibitors @pbx2019

A post shared by PhotoboothExpo (@photoboothexpo) on

Tudo bem diferente de quando as cabines surgiram lá na década de 1920 nos Estados Unidos. Primeiro fazendo sucesso em Nova York (Times Square) para depois evoluir pelo mundo todo. Foi bem até o começo dos anos 1990 e perdeu força com o avanço da nova era digital. O novo gás impulsionado pela força dos dispositivos móveis e do marketing em tempo real. O que fica claro é que existe espaço para fotocabines clássicas. Fechadas e no conceito original. Tanto que elas continuam no mercado. Contudo, parece que a nova fronteiro desse mercado são as versões robóticas como mostram os vídeos abaixo…

Leia também: FHOXCast em nova fase

 

Solução de GIFs. O vídeo chegou com tudo na categoria. 

O que vem com força agora é a versão aberta e que possa encaixar mais pessoas na mesma foto. Imagine aquela selfie que já faz sucesso do grupo de amigos ou da família. Esse tipo de fotografia inspirou essa nova fase das cabines fotográficas. No fim, o nome cabine serve só como referência. Pois a nomenclatura cabine traz a ideia de algo fechado, pequeno e até restritivo. Nesse momento está mais para outra coisa e pedindo uma nova definição. O que não resta dúvida é que independente do termo as fotocabines só vão crescer como mercado. E um evento em franco crescimento como a Photo Booth Expo é uma prova disso.

Leia também: Movimento Imprimir 

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.