News 3 meses atrás | Redação

A nova fase (mais inclusiva) do MoMA

Fechado para reforma, espaço recebeu aporte de R$ 1.5 bi e vai reabrir em outubro com uma proposta sem separação de estilos

por Revista FHOX

O celebrado espaço cultural terá expansão 4 mil metros ² com investimento de 400 milhões de dólares. Serão quatro meses de reforma que irá integrar três novos pisos aos espaços atuais. Lembrando que antes tinha um outro museu (até 2014) que foi demolido para dar espaço para a renovação. A grande reformulação ocorre 15 anos após a última reforma no MoMA.

Leia também: FHOXCast em nova fase

Segundo diversos sites de notícia internacionais, o enfoque é dar mais espaço para minorias entre os trabalhos expostos. Negros, mulheres e artes de latino-americanos estarão mais na pauta. A curadora de fotografia, Sarah Meister, disse “estamos muito mais atentos ao fato de que as histórias que estamos contando são inadequadas para representar um panorama histórico abrangente”. 

O contato dos visitantes com as obras também será distinto. Quando reabrir em outubro, a forma de apresentar os trabalhos será misturada em diferentes estilos. Escultura, pintura, fotografia e instalações. Tudo ligado por uma ordem cronológica e a cada seis meses haverá uma substituição de um terço das obras. Tudo será um teste segundo os responsáveis pelo museu. 

>> UMA NOVA FORMA DE ACESSAR O CONTEÚDO FHOX 

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.